Buscar

Da paixão

A desculpa mais original para o apoio do primeiro-ministro ao candidato Luís Filipe Vieira veio da ministra serena, que gosta pouco de protagonismo apesar da pasta escaldante. ‘Em matéria de paixões, cada um tem direito à sua contradição íntima’. Verdade, senhora ministra da Justiça. O problema é que a contradição nada tem de íntima, porque estava bem visível primeiro numa comissão de honra e depois na primeira página do Expresso.

E já agora, que escalpelizamos a frase, a paixão do primeiro-ministro-mas-só-em-horário-de-expediente devia ser com o clube e não com um candidato que, for the record, pertence ao bando dos 17 arguidos da operação que mistura corrupção e recebimento indevido de vantagem, branqueamento de capitais com tráfico de influências e fraude fiscal. E claro, oferta de bilhetes para jogos do Benfica, onde se encontra finalmente o argumento da paixão quase sempre correspondida.


Marta Romão, diretora-geral BDC - Empower to Lead

2018 Copyright © BDC                             Criado por    MM Design

logo site MM negativo.png
  • LinkedIn
  • Facebook
  • Twitter - Grey Circle