Buscar

Do milagre da competência

E pronto, lá se finou a novela TAP. Quero dizer, a 15ª temporada, porque ainda há vilões por castigar, heróis para sofrer e romances que têm tudo para correr mal. Infelizmente, as temporadas andam cada vez mais previsíveis, ainda que isso não se reflita necessariamente nas audiências. Quem não gosta de uma boa quezília entre o governo, acionistas privados, sindicatos, políticos, gestores, taxistas, empregados de balcão ou reformados ociosos, que atire a primeira pedra. A TAP é daqueles dossiers que dão cor à nossa existência enquanto cidadãos portugueses. Não discutir o seu futuro é negar a nossa identidade.

Posto isto, os ingredientes para os próximos capítulos deverão andar algures entre uma nova onda de despedimentos, sindicatos em brasa, uma equipa de gestão recrutada entre amigos between jobs, rotas e ligações a cair a pique, vendas de aviões e dinheiro fresco, do nosso, claro, a aterrar na companhia since 1945. Talvez aconteça um milagre. Se não for o das rosas, que seja o da competência que é o que ela mais precisa agora.


Marta Romão, diretora-geral BDC - Empower to Lead

2018 Copyright © BDC                             Criado por    MM Design

logo site MM negativo.png
  • LinkedIn
  • Facebook
  • Twitter - Grey Circle