Buscar

Do setor social

Os profissionais do turismo que ‘já têm uma experiência de cuidado pessoal, de relacionamento pessoal’ (palavras do nosso primeiro ministro) poderão ser ótimos profissionais do setor social (palavras minhas e já agora irónicas). Também poderão ser bons profissionais da indústria do calçado porque estes cuidam dos nossos pés e, em princípio, relacionam-se com outras pessoas. Em bom rigor, poderão ser quase tudo – excetuando faroleiros, que são solitários, ou dealers, que só cuidam de si próprios.

Logo, é fazer as contas e converter toda a gente que andámos a convencer que o turismo era uma profissão de futuro, esquecer o investimento em formação e qualificação profissional, assobiar para o lado quando se fala em captar talentos para o setor e ignorar o aumento exponencial de vagas nas escolas de turismo. Malta, a tendência agora é IPSS. Os velhinhos são os novos turistas.


Marta Romão, diretora-geral BDC - Empower to Lead




2018 Copyright © BDC                             Criado por    MM Design

logo site MM negativo.png
  • LinkedIn
  • Facebook
  • Twitter - Grey Circle